quarta-feira, agosto 23, 2006

Por que razão é Paris a cidade mais romântica?

Bastaram-me dois dias de chuva em Paris para descobrir por que razão é esta a cidade mais romântica do mundo. Se no final do segundo dia de chuva intensa, depois de teres passado quase 2 horas para entrar no Castelo de Versalhes (na rua, ao vento, ao frio...), de o teres visitado literalmente enlatado em algumas salas com 500 chineses (ou japoneses, não os distingo), de teres caminhado quilómetros pelos seus jardins, nem sempre com chuva, mas sempre com muito frio, a tua namorada (ou quem quer que vá contigo) aceitar com um sorriso comer um gelado nos Campos Elísios depois de jantar, ainda que completamente encharcada, e se, depois de comer o gelado, ainda que atendida por uma portuguesa que não usava desodorizante, ela disser que gostou do dia, é porque a tua namorada gosta muito de ti. Mas se ainda tiveres dúvidas, experimenta no dia seguinte esperar quase 3 horas para chegar ao topo da Torre Eiffel, ao lado de um grupo de jovens judeus que vão escrevendo nos pilares da Torre, com canivetes de bolso, os respectivos nomes e outras frases ininteligíveis. Ou então, podes sempre decidir descer os Campos Elísios em direcção ao Louvre debaixo de chuva, para poderes pagar a entrada no museu com uma nota húmida. Se, depois de tudo isto, voltares para Portugal acompanhado, é porque a tua namorada gosta MESMO de ti. E aí está a razão por que Paris é uma cidade romântica.

p.s. - no final recebi uma medalhinha protectora milagreira e o tempo ficou melhor: se tiverem uma e se não precisarem de umas férias românticas, não a deixem em casa.

Sem comentários: