segunda-feira, setembro 18, 2006

Uma adenda

Este post está incompleto. Falta dizer que um dos senhores comia de boca aberta, falava com comida na boca, cuspia as espinhas do peixe para o prato com uma precisão milimétrica (enfim, a prática dos anos...), palitava os dentes de boca aberta, fazia, com uma perícia exemplar, deslizar o palito na boca e, esgotado o palito, palitava os dentes com as unhas. Não imaginam como me dói dizer que este senhor é presidente de uma instituição tão nobre...

1 comentário:

francis disse...

Talvez... mas como benfiquista acho mais importante a sua avaliação enquanto gestor da Instituição.
O Damásio e o Vale e Azevedo, esses sim, tinham modos à mesa.